quinta-feira, 1 de outubro de 2009

PORQUE VENDER VICIA...

Eu tinha pavor de vendas,achava uma profissão desgastante,sacrificada,e achava mal remunerada também...
Um dia eu fui convidada para trabalhar como vendedora em uma loja de celulares e desde então fui mordida pelo bichinho que se acha motivação para vender e acredite ele não sai facilmente.
Depois de um certo tempo eu fui chamada para outro local,nada a ver com vendas,quatro paredes,escritório fechado,contrato de um ano e eu contava até os segundos para sair de lá,nem sei como aguentei...
Finalmente percebi que não adiantava eu gostava mesmo da emoção de conquistar,de fazer a venda acontecer,de conseguir o que não era possível...
Lembro que eu trabalhei na Stafford-Miller uma multinacional que me deixou saudade...eu sofria horrores lá,fazia dois estados e adorava...tinha na época um Escort e nem sei como ele aguentava fazer tantas viagens...eu dei um apelido para ele que era :Maestro!sabe por quê? um conserto em cada esquina hauauhauhuhauha tadinho nem era tanto assim mas...lembro das metas altas,do que eu tinha que enfrentar para vender e do quanto eu era feliz.Ganhava mal,sim...eu ganhava super mal para fazer os dois estados mas eu era feliz mesmo assim,um dia a empresa fez uma fusão e eu recebi uma ligação de um dos supervisores que eu estava demitida,tinha acabado de fazer uma venda enorme e fiquei muito mal mas dias melhores chegaram e eu cresci profissionalmente.A Stafford foi um aprendizado e um degrau.Passei por outras multinacionais e sempre na área de vendas até chegar a ser supervisora de vendas de grandes empresas.
Vender não deixo nunca,cada dia que passa me aprimoro mais para saber como devo fazer para crescer mais.
Minhas duas faculdades,cursos,coisas materiais que eu tanto queria,tudo conquistei vendendo.
Meu avô era vendedor e foi um grande vendedor,vendeu tudo que você pode imaginar e passou para sua descendente aqui esta missão:conquistar e manter clientes.
Tem sol quente de 40 graus,tem chuva que alaga a cidade inteira,tem TPM,tem cliente que faz mil objeções,tem cliente que tava só te esperando (coisa raraaaaaaa),tem dias que você vai achar que nem deveria ter saído de casa acontece cada coisa,tem dias que o carro quebra,o sapato aperta...mas enquanto vender me fizer bem estarei lá,fazendo prospecção,treinando vendedores,suando e passando meu protetor solar a cada hora,retocando meu batom,ligando o ar do carro,enchendo o copo de gelo e água e simplesmente...sendo feliz porque eu faço o que gosto.
FELIZ DIA DO VENDEDOR!
Lília Amorim
Líder de Equipe Mastercard no Piauí.

3 comentários:

  1. Oi Lilia!
    Adorei ler seu post, nós sempre somos vendedores, pois apresentar um projeto é vender uma idéia, um produto. Valeu!
    As suas características e os blogs você coloca no seu post, ok?
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  2. Citei seu blog no

    http://baudomultiplas.blogspot.com/2009/09/esse-blog-mexe-com-meus-sentidos.html

    Se quiser ver!

    Bjão!

    ResponderExcluir
  3. O amor procura o aconchego
    Duas almas suspiram em entrega total
    Explode a paixão, enlouquece o querer
    O amar às vezes é pecado mortal...

    ...Às vezes uma intensa alucinação
    Em que viajas pelo meu eu
    Às vezes o mundo fica em espera
    Da união do mar com o céu


    Doce beijo

    ResponderExcluir